Vigilância Epidemiológica da Leishmaniose Visceral

Os propósitos do Programa de Controle de Leishmaniose Visceral são: reduzir o risco de transmissão pela eliminação de reservatórios e de insetos vetores, diagnosticar e tratar precocemente doentes visando diminuir a letalidade e o número de casos.

- Notificação: A Leishmaniose Visceral é uma doença de notificação compulsória, que deve ser comunicada ao serviço de saúde mais próximo.

- Investigação Epidemiológica: Havendo notificação de casos de Calazar, deve-se iniciar imediatamente uma investigação epidemiológica, procurando definir os seguintes aspectos:

* Se a área é endênica ou se é um novo foco. Caso for comunicar ao Sistema de Saúde e iniciar as medidas de controles pertinentes.

* Verificar se o caso é importado ou autóctone, caso for importado informar ao serviço de saúde onde se originou;

* Acompanhar a taxa de letalidade para discurssão e melhoria da assistência prestada aos pacientes.

Acima foto de uma armadilha luminosa caseira.  







Medidas de Controle

As medidas de controle da LVA visam a eliminação dos cães infectados, a redução da população de flebótomos, diagnóstico e tratamento precoce dos casos.

- Eliminação dos Reservatórios:  A eutanásia de cães soropositivos é uma medida de controle recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), contudo a própria entidade reconhece que existem cães de grande valor afetivo, econômico e prático, e por isso não podem ser indiscriminadamente destruídos.  A opção pelo tratamento de um cão com calazar deve considerar parâmetros ligados à condição clínica do paciente e a participação consciente do proprietário, os quais irão determinar os critérios de tratamento e sua viabilidade.

- Luta antivetorial: Só tem indicação contra os flebótomos do domicílio ou em peirdomicílios. O tratamento é quimico (inseticidas).

* Tratamento: o tartamento se constitui em um fator importante na queda da letalidade da doença e, consequentemente é um importante item na luta contra este tipo de Leishmaniose.

* Educação em Saúde: Ações educativas devem ser desenvolvidas no sentido de que as comunidades atingidas aprendam a se proteger e participem ativamente das ações de controle do Calazar.



Voltar